sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

Exortação ao Filho da Noite

"Mas tú também é uma criatura da noite como nós
 E mesmo assim renega a teus irmãos 
Ouça, eles estão clamando dentro de ti 
Teus antepassados gritam pelas correntezas de teu sangue 
A noite chama pelo teu nome 
A Dama do Sabat te espera com coroas de jasmim 
E o veludo aroma das avelãs perfuma o Seu hálito 
Há Segredos e Mistérios que não devem ser temidos 
E sim vivenciados em toda sua itensidade. 
Teu legado te perseguirá para onde fores 
E nunca escaparás daquilo que és 
Pois pertence à uma raça antiga 
De anjos caídos feito homem 
Venha e reclame teu lugar no banquete dos excomungados 
Dance sem a vergonha de tua nudez 
Ame sem medo das feridas de teu coração 
Sejas apenas mais uma folha caída, 
Que o vento carrega para a imensidão."


0 comentários:

Postar um comentário