sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

Sumário: Animais na Magia

Muito se fala em animal guardião nas práticas mágicas neopagãs, porém o termo é genérico e muito abrangente, sendo usado para descrever várias situações envolvendo animais na magia e outras práticas espirituais:

Alma animal/animal totem: parte de nossa alma que mantém conexão direta com a natureza. Exteriorização/corporificação de nosso “eu” instintivo, selvagem. Por esta razão, o animal totem nunca será um animal doméstico, pois não nos daria este arquétipo selvagem. 

Espírito animal/animal guardião: diferente do animal totem, o espírito animal é, como o próprio nome indica, um espírito de um animal que nos acompanha nesta vida como um espírito guia e possui funções semelhantes a este. Não podemos ignorar também a existência de espírito animais que assombram lugares como os animais-fantasmas ou pessoas como  os animais-obssessores.

Animal familiar: é um animal encarnado que nos acompanha nas práticas mágicas. Geralmente é um animal de estimação. Historicamente, os gatos ficaram famosos por ajudar as bruxas em suas práticas e na Era das Fogueiras muitos foram mortos juntos à suas donas. Se um familiar desencarna e continua a acompanhar a bruxa, então ele se torna um Espírito Animal.

Animal elementar: fruto de uma magia, na qual o magista cria um elementar* em forma de um animal. Facilmente confundido com um espírito animal, mas a diferença é que o animal elementar não possui vontade própria nem essência independente do seu criador.

Animal áurico: parecido com o conceito de animal elementar, porém, aqui o magista manipula sua própria aura para que ela se pareça com algum animal – geralmente seu próprio animal totem ou guardião 

Curiosidade: na série Harry Potter, um feitiço poderoso chamado Expectro Patronum consiste na exteriorização dos sentimentos mais felizes do bruxo na forma de um animal, um tipo de manipulação energética usando técnica semelhante à do animal áurico e do animal elementar.

Avatar animal: uma manifestação astral ou até mesmo material de um deus em forma de animal para ajudar, guiar (ou mesmo prejudicar) os mortais. Também pode ser um animal "normal" enviado por um deus como um mensageiro. Na mitologia  são famosos os casos dos avatares animais como no caso de Zeus se disfarçando de cisne  para seduzir Leda.


Agradecimentos especiais à D.Lobo [DomeniK Lupin] ,cuja visão sobre o tema fora essencial para que eu tivesse aberto meus horizontes.
_____________
*Elementar: é um tipo de elemental/espírito artificial, criado por um humano.

0 comentários:

Postar um comentário